Vinhos de terroir, orgânicos e biodinâmicos

vinho organico

Vinhos de terroir, orgânicos ou biodinâmicos são os novos queridinhos dos apreciadores. Com mais personalidade, são normalmente cultivados por pequenos produtores, e não recebem aditivos, como taninos em pó, corretivos de açúcar ou acidez, espessantes ou leveduras artificiais que acrescentam aromas estranhos, entre outros artifícios utilizados pela indústria. O resultado? Uma riqueza de aromas e sabores na garrafa e mais respeito pelo consumidor e pelo meio-ambiente.

A diferença entre os vinhos orgânicos e biodinâmicos é que, nos primeiros, o sistema de plantio se baseia na interação com a fauna e a flora do ambiente em que a videira cresce. Esse cultivo não utiliza defensivos químicos, e utiliza a própria natureza e sua biodiversidade no controle de pragas. Já a biodinâmica vai além disso. A proposta é um retorno às técnicas ancestrais de agricultura. O cultivo da videira leva em conta as fases da lua, as estações do ano e os ritmos da natureza para determinar os momentos mais adequados para o plantio, poda e colheita. Os vinhos de terroir, por sua vez, são de pequenos produtores e, muitas vezes, têm produção orgânica, embora nem sempre tenham o selo certificado – pois ele custa caro.

Interessado? Três importadoras no Brasil optaram por focar por rótulos com essas características: a De La Croix, mais focada em vinhos franceses, a Garrafa Livre, que também se concentra em rótulos da França e tem uma proposta sustentável até de comercialização, e a Vindame, que reúne garrafas da Alemanha, da Espanha e da Itália.

E os vinhos brasileiros? Pois é. Enquanto isso, os rótulos nacionais vivem esse momento polêmico que comentamos aqui.

 

 

 


Café da Tiffany

:O café da Tiffany

Atire o primeiro croissant quem nunca se imaginou vivendo essa cena do filme “Bonequinha de Luxo” diante da vitrine da Tiffany’s na 5ª Avenida, em Nova York. (mais…)(mais...)

72463D65-98CD-42AD-B24F-3BC8C9F93A82

:Eu só quero chocolate

Amigos, o post de hoje tem como trilha sonora, a famosa música do saudoso Tim Maia: “não adianta vir com guaraná pra mim, é chocolate o que eu quero”. (mais…)(mais...)

caponata_1

:Como fazer uma boa caponata

Amigos, a receita de hoje traz os sabores e aromas napolitanos. (mais…)(mais...)

jantar fácil: ovos com tomates

:Jantar sem trabalho: ovos com tomates

Amigos, hoje estou trazendo uma receita muito rápida, prática e saborosa. Sabe aquela noite em que a gente quer provar um prato delicioso, mas não quer ter muito trabalho no preparo? Se vocês pensaram em ovos com tomates, acertaram a resposta. (mais…)(mais...)

tournedos rossini

:Tournedos Rossini: a receita infalível

Amigos, pensem no valor de um momento especial! Pensaram? Então, semana passada tive uma experiência maravilhosa, pois recebi em minha cozinha o meu amigo Barão de Rothchild. (mais…)(mais...)

bolo com flores

:Bolo-jardim

 Não é só na moda que existem tendências. A confeitaria é um campo fértil para os criativos explorarem sua sensibilidade na cozinha e, vez ou outra, eles viram tendência. (mais…)(mais...)