O empoderamento das mulheres*

bela_recatada_e_do_lar

A frase “bela, recatada e do lar” ficou famosa por se referir à nossa primeira-dama Marcela Temer, mas não condiz muito com a realidade da mulher hoje em dia. Vamos entender melhor:

1. Bela, hoje em dia, só não é a mulher que não deseja ser.

Negras, brancas ou orientais, todas encontram produtos de beleza exclusivos para seu tom de pele e de cabelo, que, aliás, pode ser crespo, cacheado ou liso. Estão também à nossa disposição exercícios, dietas, caminhadas, procedimentos estéticos – para modelar corpos e faces –, parques públicos, academias, bikes e até calçadas. Aliás, em São Paulo, a nossa esperança é o prefeito Joao Doria, porque nas gestões anteriores nossas calçadas se tornaram verdadeiras crateras. Isso além dos cursos de meditação, e yoga, que trazem rejuvenescimento e bem-estar do espírito, da alma e da mente e, por consequência, do físico. Tratamentos dentários preventivos, além dos estéticos, deixam um desejável sorriso em todos os rostos. Por fim, programas de prevenção na área da saúde e posterior tratamento trazem sua importante contribuição à beleza feminina.

 

2. Recatada, acho que não mais como antigamente.

O empoderamento da mulher trouxe a liberdade para conduzir nossas vidas, com menos recato, mas sem a perda da dignidade e da honra. E melhor: com menos medo e pudor. Ainda bem! Com cada vez mais frequência, homens jovens procuram a experiência, a confiança, a tranquilidade e a sabedoria da mulher madura, criando uniões sólidas, prazerosas e felizes. O sexo não é visto mais só como meio de procriação, mas para assume a função de dar prazer mútuo. Sim, porque o prazer tem que ser igual para os dois parceiros e quase sempre quem leva a melhor é a mulher, que hoje não se inibe em conduzir o parceiro, fala onde é o seu ponto de maior prazer e o que fazer para levá-la ao orgasmo. E ainda há as que não precisam de um parceiro: sabem fazer uso de sofisticados artifícios vendidos em sex shop ou encontram o prazer em massagens tântricas ou na masturbação. Mas a verdade é que existem também as que aceitam traições e se sujeitam à falta de cortesia, de educação e de atenção, porque enxergam o homem como um cheque ao portador, para financiar seus desejos e luxos.

 

3. Do lar, hoje não mais.

As mulheres querem ter o seu sustento ou parte dele, trabalhando com dignidade, não importando se necessitam disto para viver ou não. Antigamente, a mulher cuidava da casa, dos filhos, trabalhava nas funções mais pesadas e no fim do dia tinha que estar arrumada, bem-disposta, servir o jantar para o parceiro, sempre de muito bom humor. Depois, às vezes, quem sabe, um cineminha ou uma transa bem sem graça. Aos poucos, as mulheres estão ocupando cargos importantes, delegando os afazeres domésticos e conseguindo posições antes restritas aos homens, em áreas como política, religião, leis, economia e esportes. Até na gastronomia, eles já estão em número bem menor.

 

Não sou e nunca fui feminista, até gosto muito de fazer uma comidinha gostosa para o meu parceiro depois de uma semana pesada de trabalho, me enroscar nos braços dele e deixar rolar. Mas estou achando que vai chegar o dia que, para estas mulheres poderosas, o homem só vai fazer falta para abrir o zíper nas costas do vestido. Isso quando as funcionárias do lar não se encontrarem… Sinto muito!

IMG_7743

*Por Rosy L Roquette Verdi, divorciada, empresária, diretora de moda e estilo, coordenadora de viagens internacionais de alto luxo e acionista e membro do conselho da Rodobens. Rosy é a terceira convidada d’As Meninas neste mês da mulher. Para ler os artigos das semanas passadas clique aqui e aqui.


IMG_9634

:Amor digital

Amigos, o amor alcançou uma dimensão digital. (mais…)(mais...)

escultura de agua 1

:Esculturas de… água?

Esculturas de vidro costumam ser associadas à ilha italiana de Murano, mas existem alguns artistas que estão trazendo uma dimensão mais contemporânea à matéria-prima. (mais…)(mais...)

eliana gravida

:Estou em repouso por ordens médicas

Fazemos tudo por nossos filhos e já estou cuidando da minha pequena ainda dentro da barriga com muita dedicação. Por conta de um desses acontecimentos que não podemos controlar, apenas aceitar, estou em repouso por ordens médicas. (mais…)(mais...)

11087 collier aga khan 1971

:Alta joalheria + artesanato japonês

Já reparou como o Japão tem concentrado eventos de moda este ano? Falamos aqui recentemente sobre o desfile da Louis Vuitton em Kyoto e agora é a vez de uma exposição de joias. (mais…)(mais...)

2

:O casamento de Pippa Midleton

Não era um casamento real, mas parecia: no último fim de semana, os olhos do mundo estavam voltados para o casamento de Pippa Midleton, irmã da duquesa de Cambridge, Kate Midleton. (mais…)(mais...)

Maitê-Proença-livro-– Divulgação

:Não sei por que dei pra escrever

Não sei por que dei pra escrever. Não sei se alguém sabe por que resolve se exibir assim. No meu caso a coisa é duplamente grave, já que, sendo atriz, meus atributos se encontram escancarados para muito além do desejável. (mais…)(mais...)