3 fashion films que você TEM que ver

abre fashion films

Foi aberta a temporada de fashion films. Alguns, aliás, a gente já mencionou aqui, como este, mas agora já dá para fazer um balanço que realmente está imperdível e nós fizemos uma curadoria com nossos três favoritos.

“Soul Scene”, a campanha pre-fall 2017 da Gucci

Inspirado nas fotografias do artista Malick Sidibé, que nos anos 60 e 70 registrava a cultura jovem na África, o diretor criativo Alessandro Michele criou um vídeo para a campanha de pre-fall 2017 da Gucci que remete ao espírito underground daquelas décadas, mas revela o nascimento do soul na Inglaterra. A liberdade de expressão musical se confunde com a de se vestir nesse clipe que foi rodado no club Mildmay, em Londres, pelo fotógrafo Glen Luchford e pelo diretor artístico Christopher Simmonds. Ainda não decidimos o que é mais encantador: o cenário, a música, a atitude espontânea dos modelos/dançarinos ou as roupas.

 

“Amazon Mother Leiomy”, a campanha da coleção #betrue, da Nike

Leiomy Maldonado é uma dançarina, modelo e ativista transgênero conhecida como “Mulher Maravilha da Vogue”. A porto-riquenha foi escolhida para estrelar essa campanha da Nike pela roteirista e diretora Daisy Zhou. Enquanto ela se prepara, ensaia e se apresenta, uma voz diz: “O que você fez para deixar uma marca nesse mundo?”.

 

“Original is Never Finished”, para a Adidas Originals

A cultura de rua e suas diferentes manifestações na música, na arte no skate e nos esportes são o pano de fundo para a Adidas Originals defender a noção de que “o original nunca está pronto”. Mostrando as transformações do streetwear tendo como trilha sonora uma versão remixada de “My Way”, música de Frank Sinatra, a marca reúne nesse vídeo uma nova geração de criadores, como Petra Collins e Stormzy, e a incentiva a redefinir seu sentido de originalidade.

 


artesaos da moda

:Compre direto dos artesãos da moda

Um produto artesanal bem acabado, desenvolvido em matérias-primas de qualidade, é um dos principais valores das marcas de luxo hoje. Mas como ter acesso a mestres artesãos que vivem a milhares de quilômetros da gente se não for se rendendo a Hermès, Chanel, Prada e cia.? É aí que entra a pro(mais...)

Mulher desfilando na rua, cena de street style

:A moda está uma bagunça

Nunca o street style ficou tão perto do que está nas passarelas, e eu não estou falando só do see-now-buy-now, não. É que os influencers estão tão próximos das marcas que acabam ganhando as roupas que vão aparecer nos desfiles antes mesmo das modelos que vão exibir a coleção. (mais&hell(mais...)

guy bourdin

:A moda surreal de Guy Bourdin

A Fondazione Sozzani, em Milão, apresenta até o dia 11 de outubro, a exposição “In Between”, do fotógrafo de moda francês Guy Bourdin, falecido em 1991. (mais…)(mais...)

we wear vale

:Um google só para moda

O calendário de exposições de moda mundo afora anda mais interessante que o de desfiles, mas é praticamente impossível acompanhar essa agenda presencialmente. Rei Kawakubo no Met, Dior no Arts Décoratifs de Paris, Guy Bourdin na galeria Carla Sozzani... Quem dera poder estar em todos os lugare(mais...)

vogue paris abre

:Plumas, pelos e pelúcias

Se ainda existia alguma dúvida sobre “a” tendência de outono-inverno 2017/2018 – que no hemisfério norte começa mês que vem – depois das edições de agosto e setembro das principais revistas de moda do mundo, ela não existe mais. Plumas, pelos e pelúcias estão nas capas das principa(mais...)

capa Pierre Cardin

:Os 70 anos de carreira de Pierre Cardin

“Pierre Cardin” (Assouline, 260 pág.) é um livro para colecionadores e apaixonados por moda. Trata-se de um retrato bem cuidado do designer que completa 70 anos de uma carreira prolífica, que foi das roupas à arquitetura, passando pela decoração e pelo próprio conceito de comunicação de(mais...)