Flashback – ou por que o Brasil não muda

3 gerações

“Mãe, o Brasil tem que parar de só produzir bens primários!  Devemos produzir bens manufaturados, que têm muito mais valor!”, exclamou minha filha de 14 anos durante o jantar.  É verdade, filhota, e tem sido verdade pelo menos desde que eu tinha a sua idade, e ouvi a mesma coisa do meu professor de Geografia na escola. Desde então, ou desde sempre, a história é essa.

Mas como aprender a transformar os bens primários em manufaturados? Como desenvolver indústria e inovação no país?  Ora, minha gente, investindo de verdade em educação e ciência…  Sim, educação efetiva, valorizada, que vá muito além de estatísticas de alunos formados, mas analfabetos funcionais.  E ciência levada a sério, com investimentos consistentes, vontade política para desburocratizar a vida dos pesquisadores, e a promoção de interações entre a academia e a iniciativa privada, para que juntos transformemos os novos conhecimentos em produtos para a sociedade.

Vocês devem estar pensando: “a professora descobriu a pólvora”… Pois é, nada de novo, mas foi chocante o flashback ao ouvir o mesmo discurso da boca da minha filha, e me dar conta de que depois de uma geração muito pouco mudou. E não vai mudar tão cedo com as atuais vacas magras – mais uma vez a corda estourou na ciência, mais fraca porque dá pouco voto no curto prazo, que virou fração de Ministério, fundida (ou fodida) com o da Comunicação, e teve seu orçamento cortado pela metade…  Deu até na revista Nature esta semana…

Mas vamos lá, seguir fazendo a nossa parte e batalhando para que os outros façam a deles – quem sabe um dia eu ouça algo diferente de uma neta.


imunidade

:Como reforçar a imunidade no inverno?

Segundo o meu querido endocrinologista Dr. Maurício Hirata, com a chegada do inverno vêm as doenças típicas da época, como problemas respiratórios, gripes e resfriados. (mais…)(mais...)

mingau de aveia

:O mingau de aveia não é mais o mesmo

Um dos ingredientes mais queridinhos dos nutricionistas, a aveia regula o intestino e reduz o colesterol o ruim e, ainda por cima, é naturalmente livre de glúten. (mais…)(mais...)

fatherhood

:Ser bom pai é genético?

No século do DNA, tudo é culpa da genética. Se comemos demais é porque nossos ancestrais da Idade da Pedra passavam fome, e só sobreviveram aqueles com genes glutões que, quando surgia a oportunidade, caíam de boca no mamute abatido. (mais…)(mais...)

:Na dieta, equilíbrio é a chave do sucesso

Para emagrecer tem mesmo que cortar glúten? E lactose? E chocolate? “Não! Sou avessa a modismos e não existe alimento proibido”, diz, categoricamente a nutricionista e consultora de alimentação Valéria Rangel. (mais…)(mais...)

comida-saudavel

:Minha primeira vez com uma nutricionista

 Amigos, Sabem aquelas questões da vida que por algum motivo a gente vai deixando de lado, adiando e fechando os olhos, até que num belo dia toma aquele susto? (mais…)(mais...)

testosterona

:Como repor a testosterona?

A testosterona é um hormônio encontrado nos homens e nas mulheres, porém, em quantidades bem maiores no corpo masculino. Por isso, costuma ser conhecida como sinônimo de masculinidade. (mais…)(mais...)