Facebook rompe o trancaço na USP!

FB

Pois é, quarta-feira teve “trancaço” na USP…  Sindicatos mobilizaram alguns funcionários, docentes e alunos, que fizeram uma barreira no portão principal, impedindo a entrada até as 11:30 da manhã.  São contra a reforma da previdência, contra o teórico “desmanche da universidade”, provavelmente são contra o Temer. Até aí, direito de eles serem contra quem bem entenderem.  Mas não me deixar trabalhar? Tirar meu direito de ir e vir? E os experimentos que tínhamos em andamento? E a turma que finalmente ia instalar um novo equipamento? E o curso que eu ia começar naquela tarde? Danem-se todos?!

O experimento e a instalação de fato acabaram se danando, mas o curso… Os alunos me mandaram e-mail dizendo que respeitavam muito minhas aulas etc., mas que estavam aderindo à paralisação por serem contra a reforma da previdência (saco!).  E pediam para que repusesse a aula que seria perdida na semana que vem.

Ou seja, me puseram em xeque: o cronograma de aulas já é super apertado, e não tenho tempo para dar uma aula extra. Por outro lado, se não dou a aula, considero a matéria dada e sigo em frente com o curso, aí periga a turma já começar meio perdida na matéria (e implicada comigo).

Mas o xeque não foi mate!  Resolvi testar um tipo de aula inédita – pelo Facebook!  Sim, uso o Face para me comunicar com os alunos, tirar dúvidas e disponibilizar todo o material do curso, em grupo fechado. Convoquei os universitários para se conectarem no horário da aula e assistirem a minha aula virtual. Coloquei o PowerPoint da aula ali, fui postando o que eu iria falar em cada slide, e fazendo várias perguntas aos alunos. Eles entraram na dança e foram respondendo às questões, fazendo comentários, e de repente os próprios alunos começaram a responder as dúvidas dos colegas. Eu fiquei mediando aquilo tudo: curtindo, respondendo, concordando, discordando, desafiando, uma farra!

Foram três horas de interações intensas sobre genética humana pelo Facebook – uma das aulas mais animadas que já dei. Dos 50 alunos, quase 40 estavam presentes.  E, provavelmente por estarem em seu habitat natural, o meio virtual, participaram loucamente de tudo, uma delícia! Quarta que vem a aula deve ser presencial – vamos ver como eles se saem em carne e osso. Se bater aquela apatia/timidez/falta de interesse, tudo bem: eu volto para o Face!


ornellaia 2

:Ernesto Neto e o vinho Ornellaia

Aparentemente o artista e a vinícola não têm nada em comum, mas é pura impressão. Ernesto Neto foi convidado pela Ornellaia para fazer a nona edição da Vendemmia D’Artista. (mais…)(mais...)

montemarcello_1

:Montemarcello

Amigos, há pouco tempo estive na Itália e a convite de minha prima Mirka (lembram que ela já esteve aqui no site, preparando um risoto comigo?), visitei sua casa localizada em um “borgo” chamado Montemarcello. (mais…)(mais...)

chandigarh 1

:Le Corbusier, urbanismo e a Índia

Nascido na Suíça, naturalizado francês, Charles Edouard Jeanneret-Gris, que ficou popularmente conhecido como Le Corbusier, foi um homem definitivamente a frente do seu tempo. Marco no século XX, ele reúne grandes méritos na arquitetura modernista. Alguns bem peculiares. Um deles é seu envolv(mais...)

nutella

:Homens Nutella?

Amigos,  apesar do tom polêmico, a provocação que quero fazer vai no sentido de construir uma reflexão. Vocês já viram este meme? (mais…)(mais...)

vigna_1

:Milão: La vigna di Leonardo

Amigos, Nesta semana retornei de Milão e, como fazia tempo que não ia para lá, fiquei impressionada: além de ser moderna, a cidade oferece muito o que fazer. (mais…)(mais...)

:Abstract: o design e os seus sentidos

  Foi com muito espanto que outro dia achei no catálogo da Netflix uma série documental sobre... design! Uma surpresa mais do que positiva. Pode pegar o caderninho e anotar, porque a dica é boa. (mais…)(mais...)